Bem vindos

O crescimento da Associação Orquidófila Piracicabana - ORQUIPIRA foi a mola propulsora para a criação deste canal de comunicação, já que realizamos inúmeras atividades e nem sempre a divulgação dos eventos era feita de modo adequado. Utilize este espaço para sugerir, opinar, criticar, divulgar eventos relacionados a orquidofilia. Queremos fazer deste blog uma ferramenta importante para cada aficcionado pelas orquídeas.

Saudações orquidófilas

Robinson Viegas dos Reis
Presidente da ORQUIPIRA

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Cidade das Sapucaias

Todo Piracicabano já ouviu falar em Sapucaia. este fato decorre de uma grande e frondosa árvore, na esquina das Rua Moraes Barros e Av Independência,, ao lado do Estádio Barão de Serra Negra, do XV de Piracicaba, time de futebol da cidade.A existência desta árvore está ligada a história da cidade, pois no final de 1995 ela foi escolhida como logomarca da Gazeta da Cidade Alta, um bairro de Piracicaba e que circulou de julho de 1995 a dezembro de 2001. Surgia o Movimento Cultural Sapucaia, que daria origem ao Amigos da Sapucaia. Em dezembro de 1996, pela primeira vez a Sapucaia foi enfeitada com as pequenas lampadas natalinas. Em 1997, alguns amigos reunidos em uma mesa de bar, decidiram aproveitar as vésperas do carnaval e descer a Rua Moraes Barros na contra-mão, atrás de um carro de som.,eram pouco mais de 50 malucos naquele dia, mas 18 anos depois, de ininterruptos desfiles, sempre no sábado que antecede o carnaval, são 40.000 pessoas e 80 blocos que dominam as ruas da região.
Eu, um paulistano cada vez mais piracicabano, voltando do meu plantão de final de semana em São Paulo, encantei-me, com a enorme sapucaia em flor e percebi, que mesmo após 10 anos morando na cidade, nunca havia parado e admirado tão esplendorosa árvore. seria esta a única em Piracicaba? passei a observar melhor as árvores da cidade e encontrei várias outras árvores da espécie, algumas até mesmo vistas do quintal do meu local de trabalho, outras em oasis como a Escola Superior de agronomia Luiz de Queiroz - ESALQ.
Não havia mais volta... estava enfeitiçado pelas sapucaias e precisava dividir este deslumbre com voces!
A Lecythis pisoni (sapucaia, cambucá de macaco, marmita de macaco, caçamba do mato - pelo formato do seu fruto), é árvore da mata atlântica e floresta amazônica, com exuberante copa e até 20 - 30 metros de altura. Sua imponência é coroada com o avermelhado de suas reluzentes folhas novas, que combinadas com o lilás de suas flores, tornam a espécie inconfundível. Floresce entre setembro e outubro.

A famosa Sapucaia da esquina da Rua Moraes Barros x Av Independência



Várias árvores na ESALQ:






A vista do quintal do meu trabalho: (Estas árvores estão em um bairro chamado Chácara Nazaré. Dentro da cidade, devem resistir a muito mais que pragas, doenças e desastres climáticos. O homem é capaz de aprisioná-las em um muro, mesmo possuindo uma propriedade imensa, capaz de comportar qualquer obra de alvenaria!)





As folhas novas, de um belo tom rosado e as flores lilases:

Algumas flores em galhos com folhas mais velhas:

As várias faces da flor, que clareiam até caírem e uma vista com a mesma aberta: 



 O fruto e suas castanhas:
Foto de Eric Royer Stoner
https://www.flickr.com/photos/ericrstoner/8403043345/



Um comentário:

Christian Demetrio disse...

Sem dúvida nenhum e uma bela árvore, venho a anos admirando e observando o explante localizada na rua XV de novembro, deis de criança admiração por ela, e este ano ela esta muito bonita, bom as arvores estão florindo magnificamente eu nunca as vi com tantas flores e cores.

Bela matéria Robinson parabéns.